sexta-feira, 23 de março de 2012


"Ainda me Amas?
Quantas vezes um homem pergunta a si mesmo se ainda é Amado por quem Ama? Muitas. Tantas que às vezes perde a noção e começa a perguntá-lo em voz alta.
O problema do Amor é que não vai lá com conversa. Ninguém se convence que é Amado pela via verbal, mesmo que finja que sim. O amor precisa de pele, de carne e de cheiro. Enfim, precisa do corpo. Um bom vendedor pode conseguir vender um pente a um careca, mas não consegue convencer ninguém da sua paixão. A não ser, claro, que ela exista mesmo. Esse é o problema do Amor, embora também seja a sua maior vantagem.
Todas as mulheres o sabem, os homens é que nem por isso. Um homem que pergunta muitas vezes a uma mulher se ela o Ama é por norma um homem inseguro, uma mulher que faz o mesmo a um homem é uma mulher que gosta de ouvir repetidamente aquilo que já sabe. É segura de si, portanto. Nos dias que correm só gosto do Amor que respira silêncio, que é no toque desse silêncio que sinto a sua certeza.
Outra coisa que as mulheres sabem e os homens não, é que é sempre através das palavras que o Amor decide mentir. Nunca através dos gestos. Talvez seja por isso, aliás, que é contra producente um homem exagerar na pergunta "Ainda me Amas?". Pode parecer que se está a querer convencer a si mesmo de qualquer coisa. E as mulheres sabem-no."

Adorei este texto. Por ser exactamente isto!

[Retirado do blog "e'ventar".]

3 comentários:

Margarida disse...

Gostei :)
Não sabia que os homens tinham tantos problemas com o amor...

Joana disse...

E foi um homem que escreveu este texto pelo que percebi no blog de onde o retirei...

Gostei muito também!! ;)

Cláudia L. disse...

Obrigada pela referência ao meu estaminé! :) És muito bem-vinda por lá.

Quanto a este texto, é do Bagaço Amarelo que escreve maravilhosamente sobre o Amor e a perspetiva dos homens.