terça-feira, 30 de setembro de 2008

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

terça-feira, 23 de setembro de 2008

A Despedida de Solteira



Ana (a mascote), Andreia (a noiva), Márcia (a escuteira), Rita (a Kitty), Joana Sena (a fofinha), Tiuda (o poço de sanidade) e Eu (...)!

Porque o mundo é um momento!

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Deus está a por-me à prova. Só pode!
As palavras que (te) direi...

Por ti. Por mim. Por nós.

ADORO-TE NESINHA!

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Um dia ensinaste-me que a Amizade era como uma flor. E que sem cuidados todas as flores murchavam. Hoje sei que tinhas razão. Acho que aprendi da pior maneira possível...
Será que te esqueceste do que me ensinaste um dia?!


in Um Canto Escondido...
Quando eu estiver contigo no fim do dia, poderás ver as minhas cicatrizes, e então saberás que eu me feri e também me curei.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Aprendi que... as pessoas não mudam, só encontram novos motivos para fazer o que fazem!

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Nove Anos

Meu primo afilhado!

Faz hoje 9 aninhos que nasceu este miúdo super inteligente e que passou a fazer parte da minha vida.
É como se fosse um irmão mais novo!

Dono da razão, independente, inteligente, teimoso, resmungão, mas quando quer sabe ser um doce... Ele é um doce! :)

Quero estar presente em todos os momentos da vida dele quero ser, antes de prima e madrinha, uma grande amiga!
Parabéns!
(aos pais também que tem sido para mim o que mais tarde vou ser para ele!)

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Hoje, Nem às Paredes Confesso!

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Medicina Alternativa

Há uns dias, estava no escritório e umas clientes tocaram à campainha.
Estava eu e a tia Mimas.
Vieram trazer informações habituais acerca de trabalho e conversar um bocadinho... no meio da conversa contaram que vinham de uma clínica onde foram perguntar se podiam lá fazer os tratamentos delas.
Contaram que era uma clínica de medicina alternativa/naturalista e outros pormenores que nos fascinaram e fizeram com que não resistíssemos em marcar uma consulta.

A paciente não fui eu. Mas acompanhei.

Chegamos lá e o Dr. para além de perguntar o que nos preocupa, olha fixamente traços do nosso rosto e os olhos.
Vai olhando e dizendo tem isto ou aquilo e doí mais, ou é mais persistente, no lado direito/esquerdo.

A consulta não era para mim, logo ele não me diria nada. Nada do que pudesse estar mal.
Às tantas ao perguntar o tipo de sangue à paciente, esta comentou comigo, quase em segredo, o meu tipo de sangue. E ele ficou atento. Começou então a olhar para os meus 'traços'. Baseia-se nos traços porque é uma marca genética e assim pode perceber o que a pessoa realmente tem que venha por descendência.

Estranho foi quando ele em vez de me olhar para cara olhou para as minhas orelhas:
- em primeiro lugar vai-me tirar esses brincos todos... está a estimular pontos de apuncultura desnecessariamente, ao mesmo tempo que certos órgãos perdem certas capacidades.
A verdadeira paciente comentou:
- ainda o Dr. não viu o que ela tem na língua!
- na língua não são certos órgãos... são todos!!

Fiquei a olhar para ele... e agora?
Se não fosse lá nada disto sabia e continuaria com os brincos como se só enfeitassem e por gostar. Fui e ao ouvir aquilo permaneço com todos mas sempre a pensar no que ele me disse.
O Dr. não contente com o que disse acrescentou:
- se um dia alguém se lembrar a fazer piercings por cima do lábio superior e outro a baixo do lábio inferior, paralelos, morre de ataque cardíaco.
O QUÊ??? Pensei... e realmente são dois pontos que nunca vi ninguém ter feito.

Voltou à paciente.
- Dê-me os seu pés por favor.
Foi mexendo em jeito de massagens mas a tocar em pontos que alguma coisa lhe diziam.
- Aqui doí?
Todas as partes que doesse era sinal que estava afectada de alguma coisa. Coincidia com tudo o que a paciente já sabia por ter recorrido sempre à medicina tradicional. Não falhou em nada.
A diferença é que ele é muito mais rápido nos resultados. Vê na própria consulta o que temos e diz-nos na hora! A medicação é à base de produtos naturais que são muito mais baratos.

Apresenta uma tabela com todos os alimentos que são favoráveis ao nosso tipo de sangue. Este factor foi outro que me impressionou. Foi me dizendo alimentos que não eram compatíveis com o meu sangue e são realmente os que, quando como, me sinto mal disposta. Outros gosto muito mas não 'posso' comer.

Há muitos mais aspectos que ele fala muito mas muito interessante!

Sai da clínica fascinada. Um dia se puderem, nem que seja por experiência... vão a um médico naturalista!
Ah! Com isto não estou a fazer criticas a qualquer outro tipo de medicina. Esta foi novidade e gostei do que vi. Sim porque se não visse não acreditava.

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Super Bock










E por último.. colecção Super Bock :)

A Verdadeira Treta



Ontem fui ver!
Como em todas as peças em que entra o Toni e o José Pedro Gomes, ri, ri, ri... Saí com dor nas bochechas!! Já tinha saudades da Conversa da Treta.
Excelente!! :D

Olha lá... Ouve lá...
ESTREIA HOJE!!
(Até Dezembro no Casino de Lisboa)

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Danone


Outra Colecção...
Este foi oferecido pela tia Mimas! :D
Existem coisas que me transcendem.
A ti. A mim. E a qualquer pessoa...


Fátima


Todos os anos, sem falhar, eu e a minha família vamos a Fátima. Desde que me conheço que é assim. Independentemente da fé de cada um, gostamos de lá ir.
Este ano não foi excepção e no sábado passado lá estavamos nós. Fomos até à nova igreja. Um recinto enorme, lindo! Por dentro e por fora. Eu gostei.

Ao andar no interior da igreja e depois de ver todos os pormenores, fui andando e aproximando-me do altar. Ainda não tinha reparado no que salta logo à vista. A Cruz! Não gostei! A primeira coisa que me veio à cabeça foi a imagem do Corcunda de Notre Dame.
Isto pode ter que ver com o facto de todos nós termos uma imagem de Jesus Cristo. A imagem que aparece em todas as igrejas, em todo lado. 'Aquela' imagem. Mas de facto foi estranho.
Ou então são mesmo gostos... Opiniões... Se calhar só eu é que não gosto.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Episódio IV

Passava pouco tempo das 16h00.

O cobrador tinha chegado ao escritório e estava a resumir-me a sua tarde de trabalho.

A 'patroinha' super empenhada, a resolver questões pendentes, permanecia sentada em frente ao computador a ouvi-lo e a responder a todas as suas questões. (pensava eu!)

O cobrador falou, falou, falou... sempre de pé em frente à secretária e ao lado de uma impressora.

Às tantas fez-se silêncio. Continuava o meu trabalho e o cobrador de pé ao lado da impressora.
Passaram-se alguns minutos... (alguns... 30/40 minutos)

- Sr. José, passa se alguma coisa?
- Não menina.
- Está tudo bem?
- Sim menina.
- Então porquê que continua ai de pé e calado?
- Estou à espera...
- À espera? de quem?
- Do que mandou imprimir...
- Eu mandei imprimir? o quê?

(Gargalhada conjunta!)

Podiam-se ter passado horas que o Sr. José não me diria nada. Continuaria ali, de pé ao lado da impressora (imagem muito cómica!).

Não há nada melhor para uma alma do que tornar menos triste outra alma.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Um dia vou sair para a rua e gritar que sou feliz.

Pedido de desculpas pelos posts deprimentes.
Ao criar este blog nunca pensei que fosse ter tanta necessidade de mostrar o lado triste da minha vida, como se nada fosse bom para mim. (e como se os meus problemas fossem os piores de sempre e não houvesse bem pior!)
As pessoas (EU inclusive) têm sempre muito mais facilidade em falar e exprimir sentimentos quando se trata de acontecimentos tristes. Não me excluo.

Ainda não disse que a minha irmã vem para Lisboa. Finalmente, passado tanto tempo de 'separação' vou tê-la aqui. Uma alegria.

Ainda não disse que tive de férias na minha cidade e que foram 15 dias para não esquecer.

Não falei dos reencontros, das saídas, das noitadas, do acampamento, das surpresas, das bezanas... Não falei de nada!

Não disse que voltei ao trabalho e que (devido a vários factores que não podem ficar mencionados porque são deprimentes!) a harmonia é outra! (embora o stress seja o mesmo!)

Ainda não disse que no fundo de toda a minha tristeza, desilusão e revolta para com comigo mesma, sou uma pessoa feliz...

Tenho a dizer que... Sou feliz!

Hipocondríaca

Insónia é a dificuldade em iniciar ou manter o sono. Acompanha-se da sensação de sono não reparador notada na manhã seguinte. Como consequência, no dia seguinte apresenta fadiga, irritabilidade e agressividade.
(MORIN, 2006; ROSSINI, 2002; REIMÃO, 1996).

A duração da insónia varia, podendo ser desde a insónia de poucos dias de duração; até a insónia de longa duração por meses ou anos (insónia crónica).
(MORIN, 2006; ROSSINI, 2002; REIMÃO, 1996)

Insónias transitórias
As insónias transitórias são as que duram poucas noites, são muito comuns, ubíquas. A maior parte das pessoas apresenta esta insônia em algum período de tensão, stress, expectativa ou excitação.

Insónias de curta duração
As insónias de curta duração são as que duram de poucos dias até três semanas. Geralmente são causados por stress grave ou persistente como preocupações com a saúde própria ou de familiares; luto ou perda substancial; problemas familiares, profissionais ou de relacionamento. A relação entre o stress e a insónia é nítida (MENDELSON, 1993).

Insónias de longa duração
As insónias de longa duração ou crónicas são as que duram mais de três semanas. Podem ser relacionadas a stress continuado, depressão, abuso de álcool ou drogas e hábitos inadequados para dormir, como o excesso de café.

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Hoje é o dia...






...de mostrar a minha mais recente colecção.

Adoro! :)

Porque só quem é capaz de chorar consegue rir!
Quem não tem onde chorar não encontra onde rir.
Só ri de sorriso rasgado quem consegue ser verdadeiro!

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Why walk, when you can fly?

Sininho.

Fobia Social

Escala de Liebowitz para a Ansiedade Social - Resultados.
A sua pontuação de Ansiedade/Medo é : 45
A sua pontuação de Evitamento é : 43
A sua Pontuação total é : 88

Tem Fobia Social grave.
É sempre bom saber! (ainda por cima em forma de 'pontuação'!)
Algumas situações que costumam causar ansiedade e que costumam ser evitadas:

. Falar em público.
. Comer em público.
. Ser apresentado a outras pessoas.
. Ir a festas.
. Ser observado a fazer alguma actividade.
. Ser o centro das atenções.
. Ser criticado ou brincarem connosco.
. Ser observado.
. Começar uma conversa.
. Dar ou defender a nossa opinião.
. Falar com pessoas em posições de autoridade.
. Ter encontros sociais com estranhos, sobretudo do sexo oposto.
. Olhar outras pessoas nos olhos.
. Dar ou receber elogios.
. Relações pessoais, de amizade ou românticas.
. Procurar ajuda médica.

Alguns dos sintomas físicos habitualmente sentidos:

. Taquicárdia.
. Aumento da tensão arterial.
. Tremores.
. Voz trémula.
. Falta de ar.
. Ruborização (corar).
. Náuseas.
. Mãos frias e suadas.
. Tensão muscular.
. Sudação excessiva (suar).
. Dificuldade de contacto a nível dos olhos.

Alguns dos medos mais comuns:

. Medo que os outros notem os sintomas físicos da ansiedade, tais como sudação, tremores, ruborização, voz alterada.
. Parecer ridículo, tolo, desajeitado.
. Parecer chato, demasiado calmo e desinteressante.
. Ser negativamente avaliado e julgado pelos outros, sobretudo a nível social.

Algumas das consequências possíveis na vida de pessoas com Ansiedade Social:

. Abuso de álcool, ocasionalmente ou de forma continuada.
. Auto-medicação.
. Depressão.
. Auto-estima muito baixa.
. Vida social limitada, com dificuldade em manter relações já formadas.
. Falha de oportunidades de educação e emprego.
. Isolamento da sociedade e da família.
. Sofrimento.