quinta-feira, 19 de julho de 2012

Já me aconteceu inúmeras vezes pensar que algo era para sempre.
Não sei se foi com o passar do tempo, idade ou experiência, ou tudo isto junto, mas o que é certo é que cada vez mais penso que nada é para sempre.
O lado positivo disto é que me faz aproveitar mais as coisas, mais as pessoas, absorver tudo e todos os acontecimentos. O lado negativo é o facto de o meu cérebro pensar demasiado. 
Gostava de voltar a acreditar que tudo é para sempre.  Há dias, e só alguns dias, que adorava viver num conto de fadas. Num mundo que não este.

1 comentário:

Margarida disse...

Sofro do mesmo...
Já não acredito em nada que seja para sempre. Mas sinto falta da inocência que nos faz acreditar que sim, que tudo é para sempre...